BIDEN ANDA A PEDIR DINHEIRO

0
569
cartoon de Hélder Dias

O Presidente dos EUA pediu-me 1 dólar. Recebi um email remetido pela campanha de Biden, a pedir-me 1 dólar de donativo para a candidatura.

extracto da mensagem da campanha de Biden

Dizem eles, nesse email, que “essa é a doação que o presidente Biden e a vice-presidente Harris estão pedindo que você faça hoje: 1 dólar porque em todo o país, os republicanos estão a atacar-nos com anúncios e precisamos que os democratas nos ajudem a responder se quisermos ganhar esta corrida. 1 dólar porque estamos a começar a ficar aquém dos objetivos que precisamos de alcançar para nos mantermos no caminho certo para vencer, e precisamos da vossa ajuda. 1 dólar porque tudo vai somar rapidamente quando você e outros como você estiverem unidos para garantir que mantenhamos Trump fora da Casa Branca.”

É um discurso apelativo. Trump é um trafulha, de facto. Representa uma faceta abjeta da política. É um ser humano lamentável. A questão é se a diferença entre Trump e Biden vale 1 dólar.

Em muitas coisas não há diferenças entre os dois. Não há no caso do genocídio dos palestinianos, ambos são apoiantes ativos da matança de seres humanos na Palestina. Ambos mentem quando precisam, sem pudor. São semelhantes, também, na fragilização da Europa, mantendo-a dependente do belicismo NATO e instrumento na guerra de desgaste que está em curso contra a Rússia. Para os europeus e para a Ucrânia, mais vale uma paz negociada do que uma guerra aberta entre exércitos com arsenais nucleares. E os europeus gostariam de ver um presidente dos EUA sensível a essas questões.

Biden sabe que a sua tentativa de reeleição é uma aposta de risco. Parece que só com muito dinheiro para investir em propaganda terá algumas hipóteses. Num segundo email (são quase diários), o valor do pedido aumenta exponencialmente. Agora, há uma espécie de subscrição mensal que pode ir dos 10 aos 500 dólares por mês!

Pode parecer-nos que Biden está a “abrir muito a boca” nestes peditórios. Afinal, não se trata de pouco dinheiro. Mas, ele argumenta que “esta eleição é maior do que eu ou você. Tudo aquilo em que acreditamos, tudo o que defendemos e todos pelos quais lutamos estão em risco nesta eleição.

Assim como vencemos Donald Trump em 2020, vamos vencê-lo novamente em 2024. Mas não será fácil, e eu preciso de VOCÊ atrás de mim para fazê-lo. Cada um de vocês.” São apelos quase dramáticos que a campanha de Biden envia ao mundo por email.

Numa das missivas, talvez na terceira ou na quarta, Biden revela o real problema financeiro da sua campanha. Afirma ele que o adversário recebeu 50 milhões de um único apoiante. Realmente são muitos milhões, além de que Trump já é um homem rico, segundo dizem.

A campanha dos Republicanos tem estado focada mais em destruir a imagem de Biden do que em construir uma boa imagem de Trump. Não há nenhum indício de eventuais problemas de saúde derivados dos 82 anos de idade de Biden que não seja exacerbado nas redes sociais. Já tivemos os tropeços nas escadas de acesso aos aviões. Já tivemos os lapsos de memória e as divagações na oratória. Já tivemos os momentos em que parece ficar desorientado. Esse é um dos problemas de Biden…

vídeo – Um dos piores momentos de Biden durante o debate com Trump na CNN
vídeo – Biden parece alheado do que se passa à sua volta durante um discurso da sua mulher num comício de campanha
vídeo – Biden parece estar confuso sobre o que deve dizer no início de um discurso de campanha

A julgar pelos vídeos que circulam pela net, Biden parece estar “gasto” pelos anos. Mas, apesar de ter um desempenho físico aparentemente mais desenvolto, Trump não é muito mais novo que Biden, apenas três anos. O candidato já vai nos 78 anos de vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui