GENTE QUE NÃO TEM HONRA

Não há equidistância possível quando se trata da dignidade humana. À pergunta de saber se toda e qualquer pessoa tem direito à honra, a resposta é não, porque "quem atenta à dignidade humana não constrói a sua própria honra", diz Mamadou Ba e nós aqui concordamos com ele.

0
1269

Quando no julgamento de Mamadou Ba, o Ministério Público diz que Manuel Machado tem direito a sentir-se ofendido, por Mamadou Ba ter escrito no Twitter que Machado é um dos principais intervenientes no linchamento de Alcindo Monteiro em 1995, está a dizer-nos que os procuradores não distinguem o bem do mal.

imagem publicada em Lisboa presta homenagem a Alcindo Monteiro (duaslinhas.pt)

O procurador diz que os condenados e as pessoas que estiveram presas têm direito à honra, mas não é essa a questão. O que Mamadou Ba diz é que Machado assume estar “orgulhosamente filiado ao supremacismo nazi”, e que no dia 10 de junho de 1995, com o seu taco de basebol, “deixou várias pessoas inanimadas, desempenhou um papel central no festival de horrores e violência” que resultou na morte de Alcindo Monteiro.

O procurador diz que Mário Machado não foi condenado pelo homicídio de Alcindo Monteiro. Mamadou não pretendeu discutir a decisão passada em julgado, mas diz que há “responsabilidade coletiva” e que Machado era líder do grupo que matou.

O advogado de Machado talvez esteja contente com o andamento do processo e deverá nutrir alguma esperança de conseguir uma vitória para o seu cliente, ou seja, a condenação de quem “ofendeu”. A advogada de defesa alega que o que Mamadou Ba escreveu não esteve “longe da realidade” e que este processo é uma tentativa de “banalização do mal”.

Todos sabemos bem que Mário Machado não pretende mudar de ideologia nem de comportamento. E já sabiamos que Mamadou Ba também não pretende mudar de discurso.

“Por todas as vítimas mortais e aquelas que estão vivas, mas continuam a lutar com as sequelas daquela trágica noite de 10 de junho de 1995 e ainda pelas vítimas atuais do racismo quotidiano, não podemos fugir à responsabilidade de nomear os seus carrascos, custe o que custar”, disse Mamadou nas alegações finais do julgamento.

Nessa oração, Mamadou Ba fez uma única referência a um caso que lhe é familiar, ao dizer que “Hitler não deu um único tiro na cabeça do meu tio-avô, Mamadou Hadi Ba, que os nazis cunharam como o “terrorista negro”, mas Hitler é o principal responsável da sua morte, como ele é o principal responsável pela morte de todas as vítimas do nazismo.”

imagem publicada em abril de 2023 em O QUE NOS DIZ MAMADOU BA (duaslinhas.pt)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui