MORREU O ÚLTIMO DOS REVOLUCIONÁRIOS

0
945

Era o último de uma geração de revolucionários que combateram a ditadura de Salazar. Com o desaparecimento físico de Maximino Serra, resta a memória livresca e algumas gravações vídeo sobre a História da oposição revolucionária armada de antes do 25 de abril.

Maximino Serra participou em duas tentativas para depor Salazar: a Revolta da Sé e no Golpe de Beja. Em 1958 foi um dos mais ativos apoiantes da candidatura de Humberto Delgado, mais tarde assassinado pela PIDE.

No Golpe de Beja, conseguiu escapar à perseguição da PIDE e refugiou-se na embaixada do Brasil. Depois, desviou um avião em Tires e fugiu para Marrocos. Viveu no Canadá e EUA ao abrigo de um programa de proteção para exilados políticos da ONU. Era assim a vida de quem se opunha à ditadura em Portugal, antes de abril de 1974.

Depois do 25 de bril, aderiu ao PS e foi funcionário do partido. Foi expulso do PS em 2021, depois de ter apoiado e integrado uma lista de independentes nas últimas eleições autárquicas.

Morreu ontem, aos 87 anos

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here