Um salão que é um regalo para os olhos!

Prossegue Pedro Lima de Carvalho, director da Galeria de Arte do Casino Estoril, o que foi um dos mais entusiasmados projectos de seu pai: a realização de, pelo menos, dois salões de arte por ano, o da Primavera e o de Outono.

1
401

Foi tradição da Junta de Turismo da Costa do Sol, que teve galeria afamada e cobiçada, quando os gestores do turismo local consideravam a Arte bom chafariz para os visitantes. E tanto aí como nos primeiros tempos da galeria do Casino – que retomou a iniciativa, após a Junta ter sido dissolvida a mando de sequioso governo de Lisboa – esses salões funcionavam em jeito de concurso. Candidatavam-se a neles expor os mais diversos artistas, novos e já consagrados; os trabalhos eram submetidos a um júri, que atribuía prémios, amiúde prémios de aquisição com o apoio de entidades locais, não sendo considerado de somenos o facto de o quadro candidato ser admitido à exposição. Era um Acontecimento, com A maiúsculo, e a inauguração sagrava-se como privilegiado ponto de encontro das gentes ligadas às Artes.

Pouco a pouco, porém, e também devido às negativas circunstâncias económicas, Lima de Carvalho (pai) começou a optar por reunir nos salões obras de artistas que já tivessem exposto na galeria ao longo do ano ou que, tendo granjeado notável êxito, era bom que voltassem ali com os seus trabalhos mais recentes.

Uma característica se manteve, todavia: a grande e excelente variedade de estilos, de «escolas» (se se preferir), de formatos, técnicas, modalidades…

Não lhe perguntei – e decerto também me não responderia – por que razão o Director preferiu, desta feita, imprimir um catálogo sem texto. Na capa, o rol dos nomes dos 26 participantes, sob precioso desenho do nº XXXV, a dar realce ao facto de, sem interrupção, se haverem celebrado 35 salões, o que não deixa de ser uma sequência digna de realce. As seis páginas em formato A4 estão inteiramente ocupadas, num fundo outonal, com 26 imagens, uma obra de cada artista (pintura ou escultura).

E se nos impressiona o florido garridismo do pintor argentino Luís Cohen Fusé, que escolhera o Estoril para viver e aqui faleceu em Julho de 2019, aos 74 anos, admiramos a graciosidade com que Filipa Oliveira Antunes matiza os ambientes urbanos, ela que tão bem casa a arquitectura com a cor; misteriosamente nos seduzem as manchas fortes e vermelhas de Fernando Gaspar, o pintor de Vagos, Ílhavo, que já em 1989 obtivera uma menção honrosa no IV Salão de Primavera; sentimos um halo quase ascético nos ambientes retratados pelo sérvio Branislav Mihajlovic (Belgrado, 1961); sorrimos perante a vida com os sorridentes rostos femininos do moçambicano (1973) Diogo Navarro… Para não falarmos das incomparáveis aguarelas de suaves tons azuis do lisboeta (1952) Paulo Ossião ou dos traços mágicos do saudoso Nadir Afonso, o arquitecto flaviense que trabalhou com Le Corbusier e Oscar Niemeyer e viria a falecer em Cascais em 2013, vila onde nos deixou, por exemplo, os incomparáveis azulejos do túnel para o paredão…

Um nunca acabar, pois, de sensações boas, na variada comunhão com a Arte. O XXXV Salão de Outono pode ser admirado na galeria do Casino Estoril, diariamente, a partir das 15 horas,  até ao próximo dia 26.

1 comment

  1. É sempre um prazer ler os textos de José d´Encarnação. Neste momento acabo de saber que não terei muito tempo para apreciar esta exposição. E parece aliciante: autores de diferentes correntes artísticas e influências estéticas, mais antigas e recentes, e uma profusão de cor que estimula visual e mentalmente.
    Há muito tempo que não visito exposições, pelas razões conhecidas, mas era uma presença habitual nas da galeria do Casino do Estoril. E porque apesar da pluralidade de experiências e da habitual criatividade dos trabalhos, importante era estar em contacto com a Arte.
    Sempre me lembro, e vou apenas seguir a ideia, não exactamente as mesmas palavras, do que dizia Friedrich Nietzsche: temos a Arte para não sucumbir perante a realidade. E é mesmo assim.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here