A GUERRA E O PRAGMATISMO

Gasodutos e oleodutos que ligam a Rússia à Europa Central nunca foram afetados pela guerra. Ninguém dispara mísseis sobre a infraestrutura. Quem foge daquela guerra, poderia ficar a dormir relaxadamente encostado ao oleoduto. Não há local mais seguro em toda a Ucrânia. Caem pontes, fábricas explodem, hospitais são alvejados, escolas destruídas. Oleodutos e gasodutos, impecáveis.

0
657

O óleoduto que serve para transportar petróleo desde a Rússia até à Europa central esteve parado 7 dias. Os fluxos de petróleo foram retomados hoje.

O problema foi provocado pela Ucrânia, que reclamava o pagamento da tarifa de trânsito. Esta infraestrutura atravessa a Ucrânia e a Rússia paga por esse trânsito. A falta de pagamento foi provocado pelas sanções impostas pelo Ocidente que impediu a Rússia de efetuar o pagamento através das suas instituições bancárias.

A Rússia queria pagar e não podia, a Ucrânia queria receber e não podia. O dilema foi resolvido pela Hungria que pagou a conta. A Hungria precisa de receber o petróleo e o gás da Rússia e não alinhou nas sanções impostas. A Ucrânia sabe que o dinheiro da Hungria vem da Rússia, mas ignora o facto para preferir o pragmatismo.

Zelensky que nas redes sociais e televisões do mundo fala sobre tudo e mais um par de botas, ainda não se referiu a este acordo financeiro.

O primeiro cliente da Rússia a receber petróleo foi a Eslováquia, ontem, a Hungria será o próximo a receber a matéria-prima. Um dia destes, ainda havemos de ver a Hungria a exportar petróleo para o resto da Europa, sem ser produtor dessa matéria-prima…

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here