UM DOCE PARA UCRANIANOS

Pingo Doce anuncia trabalho para ucranianos em todo país, desde Cascais a Odivelas, de Oeiras a Paços de Ferreira, de Sines à Malveira, de Lisboa a Vizela

0
356

A novidade foi veiculada nas redes sociais pelo site de notícias NiT. Diz que os supermercados Pingo Doce estão a anunciar a existência de 630 postos de trabalho disponíveis, metade dos quais reservados a ucranianos.

título do site NiT

É o trabalho do costume para as funções de repositor, ajudante de cozinha, operador de armazém, operador de limpeza, talhante, etc.

No site da empresa, é possível consultar as vagas disponibilizadas. Os locais de trabalho estão dispersos por todo o país, desde Cascais a Odivelas, de Oeiras a Paços de Ferreira, de Sines à Malveira, de Lisboa a Vizela.

De um modo geral, o empregador não é muito exigente no que respeita a currículo académico, mas quer gente dinâmica. Não anuncia quanto pretende pagar, mas sabe-se que a maioria das funções de loja nos supermercados não são bem pagas. Salário mínimo ou pouco mais.

Mas o facto de metade das vagas estarem reservadas a ucranianos está a suscitar reações negativas. Nas redes sociais, muitos comentários são condenatórios quanto a esta discriminação que favorece ucranianos.

O Pingo Doce não faz mais do que outros estão a fazer. No site do IEFP há uma lista de 22 mil ofertas de trabalho para ucranianos.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here