O pobre do Berardo fica sem Fundação

0
1267

A extinção da Fundação Berardo por decisão do Governo é notícia já com dois dias. Foi dada em 1ª mão pelo jornal online Observador e “reconfirmada” depois pela Lusa que citou “fonte da Presidência do Conselho de Ministros”. Falta, portanto, a oficialização da coisa, o decreto governamental a extinguir a Fundação Berardo.

Mas, damos por boa a informação prestada e ninguém esperaria decisão diferente. Aliás,a maioria das pessoas dirá que tal decisão já deveria ter sido tomada. Peca por tardia.

Será a primeira vez que o Estado português extingue uma fundação privada. Segundo o online Observador, os bancos credores já foram avisados. Não há, ainda, reações públicas.

Joe Berardo, é considerado o líder de um esquema que defraudou várias instituições bancárias em mil milhões de euros, o tamanho da dívida que existe na Caixa Geral de Depósitos, Millennium BCP e Novo Banco. Digamos que Joe Berardo era um multimilionário, mas com dinheiro que não era dele. As palavras são do próprio e podem ser recordadas neste excerto das declarações que prestou quando interrogado pela deputada Mariana Mortágua, na Comissão Parlamentar que investigou as causas do buraco financeiro que levou à falência do Banco Espírito Santo…

Foi depois disto que Joe Berardo e o advogado foram detidos. Joe pagou uma caução de 5 milhões € (das maiores de sempre até hoje) para voltar a dormir na penthouse.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here