O que faz Ventura ajoelhar

0
1182

O Chega quer chegar ao Governo, fará qualquer coisa para o conseguir. A ideia foi, mais uma vez, afirmada no último congresso do agrupamento, realizado há dias em Coimbra.

O problema é que o deputado Ventura sabe que se continuar encostado à extrema-direita nunca vai conseguir os votos necessários. Então, a tática é ir por outros caminhos.  A religião é um deles.

Em termos políticos, infelizmente, religião rima com aberração, pântano em que o líder do Chega parece estar bastante à vontade. É nítido que o homem tem andado nalgum ginásio a praticar genuflexões. Em público, de cada vez que o faz, mesmo com o barulho do pessoal a entoar cânticos do tempo da “outra senhora”, ouvem-se as cartilagens dos joelhos do homem a estalar. Aquilo deve ser um sacrifício danado, mas os fins justificam os meios é um dos lemas ideológicos daquela sociedade recreativa.

Mas os que se interessam por este tipo de devaneios devem ter estranhado que, tendo ido ao Santuário de Fátima, para ser fotografado naquele local com um dos descendentes políticos de Mussolini, o deputado Ventura não tenha exibido os seus dotes no “joelhodromo”. Teria sido o máximo, foi uma oportunidade desperdiçada para o Chega e as audiências televisivas. Teria sido algo comovente, excepto para a igreja Maná que, segundo dizem, é quem patrocina o ginásio onde o homem exercita a genuflexão. E quem paga, manda.

Ventura queimou uma vela pequenina…

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here