Covid-19: 28 mortes, Governo prepara desconfinamento

0
1501

Portugal registou hoje 28 mortes relacionadas com a covid-19 (o mesmo número de ontem) e 949 novos casos de infeção (mais 119 que ontem). O boletim da Direção Geral de Saúde revela também que estão internados 1.583 doentes (menos 125 do que na quinta-feira), o valor mais baixo desde 25 de outubro. Nos cuidados intensivos Portugal tem hoje 383 doentes (menos 16 em relação a quinta-feira), o valor mais baixo desde 12 de novembro.

Desde março de 2020, Portugal já registou 16.486 mortes associadas à covid-19. Das 28 mortes registadas nas últimas 24 horas, 17 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, cinco na região Norte, três na região Centro e três no Alentejo.

De acordo com os últimos dados da Direção Geral da Saúde, Portugal tem atualmente 972.183 pessoas vacinadas: 692.960 com a primeira dose e 279.223 com a segunda dose.

Continuamos em estado de emergência e em confinamento

Apesar da tendência para a diminuição dos fatores da pandemia, o país continua sob estado de emergência e a população obrigada a confinamento de sexta a segunda-feira. Convém não esquecer que a circulação entre concelhos em Portugal continental volta a estar proibida entre as 20:00 de hoje e as 05:00 de segunda-feira, período em que as pessoas que circulem na via pública podem ser interpeladas pela polícia e ser multadas, em caso de infração às regras estabelecidas no âmbito do estado de emergência para combater a pandemia de covid-19.

A proibição de circulação entre concelhos aplica-se a todos os municípios do continente, independentemente do nível de risco de transmissão do novo coronavírus SARS-CoV-2. Além desta restrição, continuam em vigor o confinamento obrigatório, em que a principal regra é ficar em casa, a proibição de vendas ou entregas ao postigo em qualquer estabelecimento do ramo não-alimentar, a proibição de venda ou entrega ao postigo de qualquer bebida mesmo nos estabelecimentos autorizados ao take-away. Não esquecer, ainda, que se mantém a proibição de permanência em espaços públicos de lazer. Isto é, não se pode sentar no banco do jardim, mas pode circular no jardim.

Para 11 de março está marcada a apresentação do plano de desconfinamento por parte do primeiro-ministro, António Costa, que se limitou a confirmar, na semana passada, que a abertura começará pelas escolas, sem especificar quais e em que data.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here