Diretor Nacional da PSP pode ter cartas na manga

Quem tem razão, o ministro ou o director de Polícia Magina da Silva, homem de reconhecido mérito?

3
10051

Em Portugal há resmas de lojas de chineses e paquistaneses. E armazéns de indianos. E restaurantes de nepaleses. A questão não é a imigração. Que até nos faz falta, porque somos cada vez  menos. Esses imigrantes gastam tudo o que têm num bilhete de avião à procura de esperança. São heróis, como dizia  José Lello dos nossos emigrantes. Temos 5 milhões de portugueses espalhados pelo mundo. Lello era o homem feliz do PS, secretário de Estado das Comunidades, elogiava cada emigrante português.

O problema dos imigrantes chineses, paquistaneses, indianos, nepaleses é não ficarem. Dormem nos fundos e nos esconsos, comem meia tigela de arroz, pagam milhares de euros. E esperam seguir para Paris, Munique, Amesterdão. São explorados.

“Dou-lhe mil euros de renda pelo armazém!” E a resposta é “O indiano dá-me 4 mil”. À pergunta quantos empregados tem, os  “patrões” respondem “10 ou 20, não sei”. Acontece em Lisboa, nas zonas da Baixa, Alfama, Castelo, Avenida Almirante Reis. E já se espalhou para Cascais, Torres Vedras, Torres Novas, Setúbal. E o SEF aparentemente nunca viu essa exploração de mão-de-obra.

Razão tem o superintendente-chefe Magina da Silva. Trunfos não lhe faltam para acabar com o SEF. E refundar a PSP. Que nasça a Polícia Nacional.  

3 comments

  1. 100% De acordo com quem conhece a realidade , e não está subjugado a Politiquices Trata os assuntos pela base Como se impôe. Esta economia paralela que os Chineses se aproveitam com a cobertura da Alemanha ( Os grandes culpados .Mas benificiarios ) e os amens dum Portugal submisso a outros interesses Arruinaram todo o nosso comercio tradicional . Alguns dormem nas caves dos proprios armazens onde trabalham Não descontam para Segurança Social . Ou em cada Dez desconta um .Não pagam impostos . E de tempos a tempos lá vai ser apanhado com malas cheias de divisas Milhares de Euros a serem desviados para a ChIna Se ninguem neste Pais tem competencia para acabar com este regabofe Permitam politicamente Deixar trabalhar quem sabe . E quem faz do seu dia-a -dia Servir o País Venham mais Maginas da Silva e o País ia ao lugar .

  2. Devia ter sido demitido na hora pelo Ministro, quem define a política das forças policiais é o Governo e não um polícia de turno!

    • Somos um Estado de Direito Democrático, os cidadãos têm direito a expressar a sua opinião, seja qual for a sua condição. Vejamos por exemplo o Presidente da República.

      Tb não me parece que tenha sido uma ingenuidade. E espero que o Presidente seja firme e mantenha a sua aposta em Magina da Silva.

      Magina da Silva em demonstrado competência, eficácia, prontidão, sem falhas. E se fosse ministro e tivesse sob a sua alçada um SEF, com tudo o que aconteceu, teria de certeza assumido as responsabilidades politicas.

      Mas com ele, não acontecia de certeza absoluta. Ascender à chefia do GOE, participar no tiro alternado com bala real ou na Casa da Morte ao lado dos seus homens está muito acima da condição de um ministro nomeado por questões politicas.

      Só se comanda o GOE se cada um dos GOEs tiver confiança absoluta no comandante. O tiro mata logo, à minima distração. Não espera 9 meses.

      Magina da Silva faz parte de uma cepa de homens que há mais de 35 anos executa as mais arriscadas missões de segurança dentro e fora do País, de forma discreta e eficaz na defesa dos interesses dos portugueses. Tenho orgulho nele e nos GOEs

      Abraço

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here