LULA, a oportunidade da vingança

0
394

Em Brasília, tudo indica que a Polícia Federal e o Exército conseguiram conter a ação que teve início com a ocupação dos principais edifícios públicos – Palácio do Planalto, Congresso e Supremo tribunal, e que se destinava a derrubar o Presidente eleito, uma semana depois de ter tomado posse.

Já há informações concretas sobre a organização deste movimento. A concentração foi convocada ao longo da última semana através das redes sociais, já se sabe qual a senha utilizada. Já se sabe das centenas de autocarros alugados para levar pessoas de todo o Brasil para a capital, já se sabe que alguém os alimentou e proporcionou alojamento durante os dias que antecederam a invasão. Só ainda não se sabe quem financiou e quem organizou.

Não se sabe, mas as apostas vão todas direitinhas para Jair Bolsonaro que saiu do país antes da tomada de posse do vencedor das eleições e que, desde Orlando, nos Estados Unidos, esquematizou esta ação com os seus principais apoiantes políticos, alguns dos quais já foram demitidos dos cargos públicos que exerciam e estão detidos. Sobre o financiamento, as desconfianças vão direitinhas para os “coronéis” da agroindústria, setor que se sente especialmente ameaçado pelas promessas de Lula na defesa da Amazónia e do ambiente.

O Presidente do Brasil já deve ter percebido que a convivência com a direita fascista não tem qualquer hipótese. Lula, que não é crente, deverá ressuscitar a máxima bíblica de “olho por olho, dente por dente”. A oportunidade da vingança acaba por lhe ser oferecida pelos próprios inimigos.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here