Espanha quer TGV, Portugal não sabe se quer

Foi uma desgraça para todos nós, a decisão de Passos Coelho de parar o TGV. Lisboa ficou separada de Madrid. Mas o governo espanhol volta a insistir nessa opção estratégica.

0
1785

O salazarismo do “orgulhosamente sós” venceu o progresso e a necessidade de um comboio de alta velocidade entre Lisboa e Madrid. Ouvia-se dizer que os espanhóis atingiriam rapidamente Lisboa.

Como se os espanhóis já não estivessem em todos os setores económicos portugueses. Um dos últimos foi o BPI, pela mão dos catalães.

Madrid quer voltar a pôr o TGV em cima da mesa, em nome do regulamento da rede transeuropeia de transportes de… 2013! Espanha já está a executar obras para o projeto de alta velocidade com Badajoz. Para ridículo nosso, o TGV irá terminar na fronteira de Portugal.

Combater a poluição dos aviões

A União Europeia quer um eixo Lisboa – Madrid – Paris para combater a poluição gigantesca da aviação. E também para reforçar a coesão Europeia.
Até agora Lisboa utilizava o Lusitânia-Expresso, mas foi suspenso por causa do covid-19.  Madrid nunca escondeu não gostar deste comboio nocturno por ser pouco rápido e… pouco limpo, dizemos nós, com razão.

Madrid continua assobiar para o ar, quando se fala da reposição do Lusitânia Expresso. A verdadeira razão é ,de certeza, pressionar Portugal a fazer a ligação TGV a Badajoz. 
O mais curioso é que a obra portuguesa será fortemente financiada por fundos estruturais europeus. Mas nem menos assim arranca. Espanha tem uma grande rede TGV. A alta velocidade ferroviária é o futuro numa Europa descarbonizada.

As atuais redes de comboios rápidos em Espanha e Portugal. Fonte https://www.eurail.com/pt/get-inspired/top-destinations/spain-train

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here