É um caso de polícia, o combate aos fogos em Portugal.

Há mais fogos em ano de eleições. Mas porquê? É um caso de polícia, o combate aos fogos em Portugal. Afinal os 96% dos incêndios são apagados à nascença. A afirmação é de Jaime Marta Soares, o todo-poderoso presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses. E os outros 4%? É deixa arder que dá jeito? A quem?

0
2908

Portugal ardeu copiosamente todos os Verões, nos últimos 35 anos. Primeiro foram matas, agora também arde restolho. Antes os fogos eram mais escassos. E os bombeiros eram muito pobres em equipamentos. E subsídios diários, raspas.

Numa entrevista ao jornal i, Marta Soares vai escandalosamente longe: “em anos de eleições, os incêndios ardem com mais frequência”. E junta “os bombeiros são o filho bastardo de todo o sistema de apoios económico-financeiros”.

Jaime Marta Soares conseguiu um aumento brutal de meios pesados aos incêndios nas suas décadas de presidente da Liga. Por isso as suas palavras parecem contraditórias.  

Marta Soares tem de ir com urgência à Assembleia da República explicar as suas palavras. Ponham a Mariana Mortágua a interrogá-lo. O país não pode assistir pasmado a “bocas” que comprometem o futuro dos nossos filhos.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here