O segredo do sucesso do travesti Guida Scarllaty em Lisboa

Guida Scarllaty é um dos mais icónicos travestis da Europa. A nossa amizade tem mais de 40 anos. Quando o Correio da Manhã nasceu a poucos metros do Scarllaty Club de Carlos Ferreira. Tinha eu 4 anos de jornalismo. Ainda infelizmente não se falava da Comunidade LGBTI.

0
665

Carlos Ferreira trouxe para Portugal, em 1975, o que de melhor se fazia de espectáculo travesti nas capitais europeias.

À porta do Scartally Club, na Rua de S. Marçal, em Lisboa, havia enchentes à entrada de uma velha e pequena padaria para ver espectáculos memoráveis. Lá estavam Conselheiros da Revolução, como Victor Alves, pintores, como Relógio ou Maluda, artistas como Simone de Oliveira, Varela Silva, Raul Solnado ou Rogério Paulo. Empresários, políticos e naturalmente a elite da literatura e da poesia como Ary dos Santos, Natália Correia, Vasco Lima Couto, Luís Felipe Sarmento ou Fernando Dacosta. Espectáculo grandioso e mérito de grande actor foram sempre o seu segredo. Era um admirável mundo novo de cor, espectáculo e cultura que jamais voltará a concentrar-se num único espaço.

Carlos Ferreira trazia um passado recheado de aventuras. Como a Festa de Patiño no Estoril, a sua passagem por Arquitectura ou as centenas de viagens por teatros da Europa. E tinha até uma amizade sólida com o coronel Jaime Neves ( o líder dos Comandos e da resistência ao Golpe de 25 de Novembro)  que muito me ajudou na minha fase inicial de vida, quando me casei com uma bela e notável professora. Fomos felizes numa “casa de recuo”, na Quinta dos Lombos em Carcavelos, ainda a democracia vivia em sobressaltos

Carlos Ferreira tem hoje mais idade e mais arte. Garante que não descerá do palco. Nos últimos anos tem actuado na Fábrica de Braço de Prata, depois de ter conquistado e gasto fortunas em buás, vestidos fabulosos e lantejoulas. Quando partiu para o Brasil, doou *tudo  à Casa do Artista. E depois voltou com a sua querida mãe, farol da sua vida até aos 98 anos. Era uma mulher bonita, sempre vestida de branco em todas as suas noites de sucesso no Scarllaty Club.

Dentro de dias voltarei a Braço de Prata, para continuar a aplaudir a mestria de um homem que veste a pele de mulher, tal como no Teatro Vicentino. As mulheres e homens  não se medem pelas suas opções sexuais. 

O governo Turco, Húngaro, Italiano e outros devem preocupar-se com a pobreza, a corrupção e sobretudo ler o Evangelho de Tiago.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here