Foi feita Justiça a Bruno Candé

0
987

As palavras deixaram de meter medo, finalmente houve um tribunal português a falar em ódio racial e, consequentemente, a condenar um racista a uma pesada pena de prisão efetiva.

A partir de hoje, bem podem espernear os chegófilos e demais pandilha, a jurisprudência está feita, os próximos crimes de ódio racial passarão a ter uma bitola para a justa condenação.

Nada fará ressuscitar Bruno Candé, mas o velhaco que o matou vai ter o tempo suficiente para amargar os miseráveis dias que lhe restarem, condenado a 22 anos e nove meses de prisão.

Além do cumprimento desta pena, o tribunal determinou o pagamento de uma indemnização cível de 160 mil euros aos três filhos de Bruno Candé, por danos de morte e danos não patrimoniais. Esta parte da condenação não deverá ser cumprida, duvidamos que Evaristo Marinho tenha posses para tal, mas servirá para lhe prolongar os dias de cadeia. Aos 76 anos, o condenado não deverá ter tempo de vida suficiente para voltar à liberdade.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here