Melting Pot

0
409

É certo que podia ter usado a nossa palavra cadinho, que tem praticamente o mesmo significado de melting pot, mas encontro mais vezes melting pot do que cadinho e sempre me dá um ar mais trendy.

Não sei se será por cadinho estar fora da moda em que certas palavras nos invadem cem vezes ao dia nos discursos dos políticos, nos textos dos jornalistas, ou até na verborreia dos pretensos sabichões disto tudo. Sustentável, dito isto, ambiente, o covid – em vez de a covid –trendy (que usei sem vergonha logo à entrada), tive em vez de estive, distanciamento, máscara, monitorização, e por aí fora, martelam-nos os ouvidos, estafam os nossos pobres neurónios, especialmente o Tico e o Teco, abrutalham as expressões de alguns de nós, meros cidadãos cumpridores de tudo o que tem de ser cumprido.

Já para não falar do sufixo inho, tão do agrado da tuga gente menos do meu desde que numa loja, quando entrei sem desinfectar as mãos que já vinham tratadas desde a loja ao lado, se aproxima a empregada de serviço que me atira diligentemente aos ouvidos olhe, se tocar ou quiser mexer em alguma coisa tem de desinfectar as mãozinhas. Mãozinhas? Mãooozinhas? Num instante dei meia volta e saí quase a correr, ofendido no meu mais profundo íntimo olhando para as palmas das minhas mãos, tamanho 8 e meio de luvas, no meio de um sentido desabafo mental, mas.. a “gaja” nem sequer olhou para as minhas mãos, p…..a!!! Mãozinhas era com a minha neta quando tinha idade para eu lhe perguntar à avô educador, já lavaste as mãozinhas? Cafézinho, leitinho, facturazinha, continha, pãozinho, docinho … e por aí… habitam o nosso quotidiano de tal forma intrusiva que já nem damos por elas.

Por isso, ou nem por isso, o melting pot ajusta-se à finalidade deste espaço onde pessoas, estilos, teorias, opiniões se misturam em saudável partilha do espaço e das ideias.

Cadinho. Não fiques chateado, yah?

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here