Covid-19: 8 mortes e 23 escolas com surtos

0
691

Hoje, o boletim da Direção geral de Saúde assinala mais oito mortes e 944 novos casos de infeção covid-19 nas últimas 24 horas. Cinco das mortes ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo, uma na região Norte, uma no centro e outra no Algarve.

Hoje há mais 32 internados em enfermarias. Nas Unidades de Cuidados Intensivos o número mantém-se igual ao de ontem. No total, há 764 doentes internados em enfermaria e 104 em Unidades de Cuidados Intensivos.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados mais 494 novos casos de infeção, 52,3% do total. A região Norte regista mais 356 novos casos, 37,7% do total.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 29 e os 49 anos o registo de maior número de infeções. A faixa etária entre os 40 e os 49 é a que regista o valor mais elevado. No entanto, o maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.

Vinte e três escolas com surtos

Vinte e três escolas do país têm surto ativos de covid-19, com 136 casos de infeção entre alunos, professores e funcionários, disse hoje a diretora-geral da Saúde, afirmando, contudo, que a situação “está controlada”.

A maioria dos surtos são na região de Lisboa e Vale do Tejo, com 12 casos, seguida da região Norte, com sete. A região Centro tem três surtos e o Algarve um, precisou Graça Freitas na conferência de imprensa de atualização de informação relativa à pandemia covid-19.

“O que acontece é que, por vezes, uma escola tem um único caso, mas isso pode implicar a ida de alguns contactos próximos para casa”, afirmou Graça Freitas, explicando que muitas vezes a decisão de irem apenas algumas pessoas para casa, ir uma turma ou ir mais do que uma turma tem também muito a ver com a própria organização da escola.

“A situação neste momento é uma situação de controle, com poucos surtos ativos nas escolas, com poucos casos envolvidos”, vincou.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here