NO CASO WILL SMITH CONTRA CHRIS ROCK

Will Smith e o ato de violência psicológica de Chris Rock contra Jada Smith que a Academia deixou passar na entrega dos Óscares.

0
295

A Academia de Cinema de Hollywood ainda tem um longo percurso a percorrer em termos de humanismo, de respeito pelos direitos humanos e pela inclusão. Não chega atribuir um óscar a um ator surdo. É preciso defender e praticar os direitos humanos e a inclusão nos seus atos e sempre! 

A violência psicológica é, segundo a lei, um crime em Portugal, nos Estados Unidos e no mundo!

Chris Rock fez troça, disse uma piada, à custa da doença de Jada, a mulher de Will. Ela ficou chocada, e Will não gostou. Segundo as notícias, parece que não a primeira vez que Chris ganha a sua vida metendo-se com o casal Will e Jada.

Jada tem uma doença do sistema imunitário que faz com que todo o cabelo, e os pelos do corpo, caiam incluindo as pestanas e as sobrancelhas. Ora isto não tem graça nenhuma para uma atriz! E Chris e Jada são colegas no mundo do espetáculo, ou seja, mais uma razão para Chris ser humano, respeitar o sofrimento de uma colega e os seus direitos humanos!

Nalguns países, esta doença é considerada uma deficiência, e em todos os países é considerada uma doença traumatizante, limitadora e debilitante.

Portanto Chris deve, no mínimo, um pedido de desculpa público a Jada e a Will.

E a Academia também! A Academia, com a sua decisão unilateral sobre este assunto – a de condenar apenas uma das partes – está a ser conivente com um ato de violência psicológica, ou seja com um crime! Por isso, também deve pedir desculpa ao público que estava presente, ou que assistiu à transmissão, tal como fez em relação à agressão de Chris por Will.

Com certeza que Chris sabe que o que fez é um crime, e por isso não apresentou, nem apresenta, queixa.

Também devia ser feita uma advertência a Chris por quem de direito, incluindo pela própria polícia que investigou o caso, de que não deve, nem pode, continuar a fazer referência ao sucedido, e muito menos durante os seus espetáculos! A violência psicológica é um crime!

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here