TAP voa

0
506

A TAP está a regressar aos céus, a empresa acaba de anunciar que “duplicaram” as reservas nos voos entre Portugal e o Reino Unido e que “para dar resposta ao aumento da procura” a TAP vai “aumentar consideravelmente a oferta de voos entre os dois países”.

Assim, “em junho, entre Lisboa e Londres/Heathrow, a TAP aumenta dos atuais 10 voos por semana, para 19 voos semanais”, sendo que a transportadora “vai ainda retomar a rota entre a capital portuguesa e o aeroporto londrino de Gatwick, com voos cinco vezes por semana”.

Por sua vez, “entre o Porto e Londres Gatwick, a TAP aumenta de quatro para sete o número de voos semanais também já a partir de junho”, adiantou a empresa.

Ño mesmo comunicado, a TAP acrescenta que Portugal abandonou as restrições de entrada para viajantes provenientes de “mais de 20 os países para onde a TAP opera atualmente e cujos passageiros podem agora viajar em lazer para Portugal”.

Nesta lista estão Alemanha, Angola, Bélgica, Cabo Verde, Canadá, Dinamarca, Estados Unidos, Espanha, França, Gana, Guiné-Bissau, Irlanda, Itália, Luxemburgo, México, Moçambique, Polónia, Reino Unido, República Checa, São Tomé, Senegal e Suíça.

“O levantamento das medidas restritivas permite agora a entrada de turistas estrangeiros em Portugal, promovendo o turismo e a economia nacional” adiantou a TAP.

Esta espécie de “primavera económica” vai ter consequências no plano de reestruturação da companhia aérea. O despedimento coletivo de 500 trabalhadores parece irreversível, assim como o corte de 25% nos salários acima dos 1300 €.

As consequências que esta abertura vai ter na contenção a pandemia, só mais tarde serão avaliadas.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here