Mão aos alto! É um assalto

0
4452

Eu vi uma multa do fisco ultrapassar 500 euros, em apenas 6 meses. Sim! Não tinha pago 37 euros. Não tinha recebido as sucessivas notificações e, pumba! toma lá, porque não és rico.

Tenho alguns amigos a quem aconteceu o mesmo. Porque também não são ricos. Caso contrário, se fosse uma dívida de 10 milhões de euros, estavam perdoados. Foi o caso de 17 ex-administradores e ex-diretores do BES e empresas do Grupo Espírito Santo que aderiram ao Regime Excecional de Regularização Tributária, em 2005, 2010 e 2012. Através da adesão ao perdão fiscal, 9 desses gestores legalizaram mais de 54,5 milhões de euros escondidos ao Estado português no estrangeiro. Não se sabe o montante dos restantes 8.

No meu caso provei que tinha mudado de morada, com o cartão de cidadão, mas andei entre uma e outra repartição de Finanças. Uma tinha iniciado o processo. A outra tinha começado a cobrança coerciva, mas já para a morada correta. Uma graça! Acabei a fazer um negócio. O funcionário autuante deu-me a escolher.” Paga agora 241 euros, é um bom desconto, não é?” Ou então? “Paga já os 500 e tal e mais 150 de custas por reclamação e depois o advogado, e talvez possa ganhar, se tiver sorte, o que prefere?” Eu argumentei ter provado a mudança de morada. “Sim! Mas não levantou o pin do cartão de cidadão!” O pin? Senti-me assaltado por um chico esperto.

Pior, percebi que ele me dava a camisa, o fato e os sapatos, se o caso fosse de um milhão, E até dava a “pistola” que usa para assaltar quem trabalha e é honesto. Uma vergonha.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here