Jornalista ficou sem carteira

1
3800

O jornal online Página 1 traz a público mais um “irritante” para a Global Media, o grupo liderado por Marco Galinha. Domingos de Andrade, director-editorial do Jornal de Notícias e da TSF, ficou sem carteira profissional. O documento é obrigatório para o exercício de funções jornalísticas.

Acontece que Domingos Andrade é, também, administrador de empresas do grupo de Galinha e, nessas funções, segundo o Página 1, tem celebrado contratos comerciais com clientes. Funções claramente incompatíveis com o jornalismo.

Da denúncia à recusa de renovação da carteira profissional, foi um passo. Domingos terá recorrido da decisão, aguarda o desenvolvimento do caso e, por enquanto, continua a gerir editorialmente e a celebrar contratos comerciais.

No site da CCPJ nada consta sobre este caso. Nenhum parecer, nenhuma decisão foi tornada pública pela Comissão da Carteira Profissionl de Jornalista.

Domingos Andrade foi adjunto do diretor de Informação da Agência Lusa no final da primeira década, foi para o JN com Afonso Camões e por lá ficou, até hoje.

Domingos Andrade, na sua coluna de opinião em Relato da resignação (jn.pt)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui