“Morte e Vida Severina”

"Esta cova em que estás com palmos medida/ É a conta menor que tiraste em vida/ É de bom tamanho nem largo nem fundo/ É a parte que te cabe deste latifúndio/ Não é cova grande, é cova medida/ É a terra que querias ver dividida"

0
1045

“Morte e Vida Severina” é o título de um poema, de um livro, de uma música, de uma história comum a milhões e milhões de pessoas em todas as latitudes. O poema foi escrito por João Cabral Neto, a música é de Chico Buarque, a história é da Humanidade.

“Morte e Vida Severina” também é teatro, desenho e filme. Foi como peça de teatro que teve maior reconhecimento internacional, numa peça encenada por Roberto Freire. O filme que passou nos cinemas é de Zelito Viana. O desenho é do cartoonista Miguel Falcão. E foi a partir destes desenhos que se fez a animação que, só no Youtube, já foi vista por mais de 1 milhão de pessoas.

Não queira ser o último…

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here