Manuais escolares: toma-lá-dá-cá-toma-lá

0
2798

Os estabelecimentos de ensino que receberam os manuais escolares vão ter de os devolver aos alunos.

A Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares acaba de enviar uma mensagem a todas as escolas com o seguinte teor:

“Face à aprovação, em reunião plenária, pela Assembleia da República, da medida de suspensão do circuito de reutilização dos manuais escolares, no contexto da aprovação em votação final  do OE suplementar, os AE/ENA que ainda não recolheram manuais já não o devem fazer, e aqueles que já iniciaram a recolha deverão planear a sua devolução, faseadamente, e de acordo com as condições concretas de cada comunidade escolar, até data anterior ao início das atividades letivas de 2020/2021.”

A mensagem foi redirecionada para os professores diretores de turma, que são os que têm contato direto com os pais e encarregados de educação.

Assim, os encarregados de educação terão de voltar à escola para receberem os manuais ou esperar até setembro, pelo início do ano letivo.

No final de junho, a Assembleia da República votou favoravelmente uma proposta de lei que suspendia a devolução dos manuais escolares, mas o Ministério da Educação não deu nenhuma indicação às escolas para suspenderem a recepção dos manuais que as famílias estavam já a devolver mediante um calendário estipulado por cada escola.

Na altura, e perante a ausência de novas orientações do Ministério da Educação, muitas escolas preferiram receber os manuais que, como se previa então, agora vão ter de devolver.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui