VENTURA RISCA MITHÁ

0
491

André Ventura demitiu o deputado Gabriel Mithá Ribeiro de coordenador do Gabinete de Estudos do Chega e o deputado demitiu-se da vice-Presidência do partido.

Fica por demais evidente que Ventura andou à pressa a recrutar candidatos a deputados para conseguir ter listas em todos os círculos eleitorais. Agora, com mais vagar, anda a ver se arruma a casa.

Mithá Ribeiro continua como deputado do partido. Até ver. Mas não será de estranhar se, um dia destes, houver novo deputado independente na Assembleia da República.

Mithá Ribeiro é uma espécie de “berloque” colorido do Chega. Enquanto houver Mithá fica fácil a Ventura dizer que o partido não é racista. Quando já não houver Mithá, será sinal que o Chega está pronto para se assumir em plenitude.

No Facebook de Mithá, a maioria das reações são de solidariedade com o deputado, de elogio ao seu intelecto e de lamento pela decisão.

Desconhecemos em absoluto o que se passa nos esconsos do Chega, mas é público que Mithá fez tudo para se enquadrar. É um negacionista do colonialismo português e até se fez fotografar em touradas.

Apesar de ter havido um Chibanga na história da tauromaquia portuguesa, duvidamos que alguém que nasceu e cresceu em Moçambique, filho de mãe islâmica, se identifique com este tipo de ritual medieval. E se assim for, lamentamos.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here