MERCADO RUSSO INVADIDO PELA CHINA

Os chineses invadiram o mercado da Rússia e nós a vê-los passar...

0
5249

As marcas de automóveis europeias deixaram de ser procuradas na Rússia. Não apenas por causa das sanções, mas porque os compradores deixaram de procurar essas marcas. Talvez com medo que a assistência técnica se torne deficiente por causa do embargo às exportações europeias para a Rússia.

A verdade é que os armazéns das empresas importadoras russas estão cheios de Mercedes-Benz, BMW, Renault, que não se vendem. Analistas do mercado automóvel russo dizem que o mercado foi literalmente invadido por carros fabricados na China, mais baratos e igualmente fiáveis. E sem problemas de embargos e sanções.

Talvez a Europa consiga resolver o problema criado com o corte no comércio de commodities da Rússia, indo buscar gás e petróleo à América, mas um mercado de 150 milhões de consumidores é difícil de substituir.

É o preço a pagar pelo alinhamento com as sanções decretadas contra a Rússia. E quem fala no mercado automóvel, fala em muitos outros produtos produzidos nas fábricas alemãs, francesas e italianas.

A China já assumiu que está a conduzir uma cooperação mutuamente benéfica com a Rússia. As empresas chinesas não parecem impressionadas com os ditames ocidentais e ameaças de retaliação e penalizações económicas contra quem mantenha relações comerciais com a Rússia. E não parece possível que o ocidente consiga ostracizar a China do comércio internacional, depois de décadas em que os chineses se dedicaram a adquirir empresas estratégicas em quase todos os setores da economia mundial, desde a produção e distribuição de energia, até à produção industrial.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here