O indiano pensava que os portugueses eram porreiros

0
489


Um jovem com apenas 20 euros no bolso saiu do Estabelecimento Prisional do Linhó. Cumpriu pena de prisão. E fez o quê? Falsificou um passaporte para poder viver entre nós, portugueses.

Um amigo meu, Rodrigo B.F., vive perto dessa prisão e encontrou o jovem desesperado à procura de caminho para Lisboa.

“I’ll take you to the train station, take your things. E ele ficou tão agradecido, só faltou chorar”, contou. “No more crimes, if you make crimes I‘ll be angry with you”.

Era um jovem indiano, passou agruras para ter um passaporte português, porque os portugueses têm comida e são ‘pessoas porreiras’.
O País ‘porreiro’, com uma grave crise de natalidade, prendeu-o.
E agora pô-lo na rua, com 20 euros! Que Justiça ‘porreira’! Porreiro és tu, Rodrigo.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here