INDEMNIZAR AS ANTIGAS COLÓNIAS

0
1034
Moçambique, guerra pela independência

As indemnizações às antigas colónias portuguesas foi tema de declarações do professor universitário António Costa Pinto ao canal russo Sputnik Africa.

As reparações de Portugal às ex-colónias serão “em área simbólica”, disse o professor da Universidade de Lisboa, que descarta a possibilidade de haver indemnizações económicas.

“As grandes consequências deste tipo de políticas vão estar na área simbólica. Portugal vai ter de reconhecer os malefícios do colonialismo e da escravatura, negar a velha ideologia do lusotropicalismo. O colonialismo português foi semelhante aos outros, teve grandes impactos nas sociedades africanas”, disse António Costa Pinto, citado pela Sputnik Africa.

António Costa Pinto

Uma reparação simbólica também pode incluir a devolução de artefatos roubados e que estejam em museus portugueses. No entanto, um eventual processo deste tipo pode ser complicado pela atual situação política em Portugal.

O processo foi despoletado pelo Presidente português, no final de abril. Marcelo disse que Portugal era responsável pelos erros do passado e que devia pagar pelos crimes cometidos durante o regime colonial. No entanto, alguns dias após esta declaração, o Governo disse que não tinha intenção de fazê-lo.

Até agora, o único país africano que assumiu a intenção de pedir indemnizações pelo colonialismo português foi a República de São Tomé e Príncipe.

É evidente que a resistência da elite política portuguesa vai ser muito forte. António Costa Pinto é investigador de Ciência Política, tem publicado vários ensaios sobre o colonialismo português e políticas europeias, atualmente é Investigador Coordenador do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa.

O tema tem sido silenciado, depois de no início algumas vozes terem sido chamadas a dissertar sobre o assunto. Uma delas foi a da escritora Isabela Figueiredo, autora de Caderno de Memórias Coloniais, uma obra muito crítica sobre o colonialismno e o racismo português em Moçambique, a terra onde Isabela nasceu e cresceu.

Isabela diz que Portugal tem contas por pagar. Explica quais e porquê, no programa de debate da RTP “É ou NÃO É?”

vídeo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui