Os deslizes dos outros e as promessas do PS

0
1254

Pedro Nuno Santos não resiste a utilizar os argumentos que os próprios adversários lhe oferecem. Quando a AD recupera a figura de Passos Coelho, é bom demais para ser ignorado pelo PS.

O líder do PSD já se sentiu obrigado a jurar pela honra que não vai cortar pensões, como fez no passado. Mas há aquele velho ditado português “quem mais jura, mais mente”.

vídeo

Os adversários do PS e os críticos de Pedro Nuno Santos, dizem que a campanha socialista só fala dos “deslizes” dos adversários, nomeadamente da AD. Não é verdade, como acabámos de ver, o líder socialista também fala dos temas do programa que defende e expõe as promessas com que tenta captar o voto das pessoas.

É interessante verificar como o novo líder do PS tem um discurso em que tenta distanciar-se da ação governativa passada, criticando mesmo aspetos que não correram bem. As novas promessas baseiam-se nessas áreas mais problemáticas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui