CRISE NA INDÚSTRIA ALEMÃ

0
1216

Se o que se passa na Alemanha afeta toda a Europa, temos razões para andar preocupados. A forte indústria alemã está a entrar num ciclo de crise. Por exemplo, a metalúrgica fabricante de tubos de aço sem costura Vallourec fechou as suas duas unidades alemãs. Assim, de repente, são cerca de 2.400 operários desempregados.

Há um vídeo impressionante que nos mostra centenas de operários que se despedem do seu posto de trabalho, no momento em que o último tubo sai dos fornos.

VÍDEO

Vallourec é uma multinacional clássica. A corporação possui 50 instalações de produção em mais de 20 países com 20.000 funcionários no total. A sede situa-se em França. Os principais clientes dos tubos de aço sem costura são outras indústrias, nomeadamente as do gás e petróleo, mas também a do armamento.

As fábricas fecham porque a par do aumento da concorrência da metalurgia chinesa e russa, há agora a questão energética. As sanções à Rússia, o corte dos fluxos de gás e petróleo russos, implicam um aumento dos custos de produção, ou seja, redução dos lucros. Ora, um acionista não aguenta ganhar menos. Despedir é a solução.

As duas fábricas encerradas na Alemanha pertenciam à Mannesmannröhren-Werke, que tem uma longa história. A fábrica de Düsseldorf no distrito de Rath existia desde 1899, enquanto a fábrica de Mülheim foi inaugurada em 1966 e era o segundo maior empregador industrial da cidade depois da fábrica da Siemens.

fontes: World Socialist Website e Agência Reuters

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui