SIM, OS ‘OVNIS’ EXISTEM

Cientistas, militares e políticos afirmam que as evidências recolhidas aos longo das últimas sete décadas, mostram claramente que o fenómeno OVNI (atualmente designado UAP), não é ficção científica, não se trata de alucinações, ilusões de ótica, balões ou do planeta Vénus. E por isso investigam, estudam e preparam-se para o que há de vir. Em síntese, é este o pensamento da comunidade científica portuguesa integrada no Projeto Stellar - Observatório Internacional de Fenómenos Anómalos, sedeado em Portugal.

0
1329

24 horas depois do Congresso dos Estados Unidos ter realizado uma audiência pública sobre UAP – ‘fenómenos aéreos não identificados’, ouvindo depoimentos de diversos especialistas e investigadores que serão, agora, analisados pelos dirigentes políticos, o Projeto Stellar lembra que o fenómeno é global e não se mostra apenas nos EUA.

Os depoimentos que foram escutados pelos congressistas norte-americanos pugnam pela necessidade de haver transparência na informação que é recolhida e classificada como secreta. O Governo dos EUA parece encarar este assunto como uma questão de segurança do Estado e a justificação que foi dita no Congresso é que estamos perante tecnologia tão superior que nem a entendemos. E por isso, o medo.

Um dos ativistas de maior notoriedade é David Grusch, que trabalhou em análise de UAP para o Departamento de Defesa dos EUA.

David Grusch

Diz David Grusch que o Governo esconde evidências concretas sobre UAP, ao ponto de ter naves extraterrestres “intactas e parcialmente intactas” escondidas, sem que o Congresso saiba e sem qualquer informação pública sobre o assunto.

Esta audiência no Congresso dos EUA foi presidida pelo congressista Tim Burchett, notoriamente crente na existência de vida extraterrestre.

Em Portugal, o Projecto STELLAR é suportado por um grupo alargado de académicos e investigadores, de diferentes áreas do conhecimento, de diferentes países, que se dedicam a analisar casos de fenómenos anómalos não identificados. Este projeto nasceu no âmbito do Centro Transdisciplinar de Estudos da Consciência da Universidade Fernando Pessoa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui