POLÍCIA INDEMNIZA 1300 PESSOAS

0
949
George Floyd quando morria asfixiado pelo agente da polícia Derek Chauvin

Mil e trezentas pessoas detidas nos tumultos contra a morte de George Floyd vão agora receber uma indemnização global de 13 milhões de dólares.

George Floyd foi morto em 2020 pela polícia em Mineapólis, asfixiado, no decorrer de uma cena de violência policial injustificada. Durante 9 minutos, George Floyd foi asfixiado pelo agente da polícia, insensível aos sucessivos avisos de Floyd “I can’t breathe” (não consigo respirar). Na sequência disto, tumultos ocorreram em muitas cidades norte-americanas.

vídeo clip I Can’t Breathe dos H.E.R.

Os detidos nesses tumultos decidiram processar as polícias municipais das cidades onde foram detidos. A cidade de Nova Iorque, e a NYPD (Departamento de Polícia de Nova Iorque) aceitaram indemnizar os detidos. Cabe a cada um 9.950 dólares. O acordo abrange apenas os casos de pessoas detidas indiscriminadamente durante as manifestações que ocorreram entre 28 de maio e 4 de junho de 2020. Detidos apenas porque participavam numa legitima manifestação de protesto contra o racismo e a violência policial. De fora deste acordo ficaram os casos de pessoas condenadas por vandalismo ou assalto durante os tumultos.

Derek Chauvin, o agente da polícia de Minneapolis, foi condenado a 22 anos e meio de prisão pelo homicídio de George Floyd em 25 de maio de 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui