FAMÍLIA SALVA DA MORTE CERTA

Estavam todas a morrer de fome e desidratação, a ser comidas pelas formigas. Foram salvas in-extremis. Reportagem fotográfica de Fernando Ferreira.

0
1137

Por desconhecimento ou preconceito, as pessoas não gostam de anfíbios, parecem répteis… Coitados dos bichos, a maioria deles não faz mal a uma mosca. Bom, não é bem assim. Muitos gostam de comer moscas. O que queremos dizer é que a maioria dos anfíbios, ou mesmo dos répteis, são inofensivos no que aos humanos diz respeito. Aliás, a maioria é até muito útil. Comem insetos e larvas, contribuem para o controlo de pragas, quem vive no campo devia protegê-los. Mas não é isso que acontece.

Por isso, hoje vamos destacar o relato do fotógrafo da natureza Fernando Ferreira, que salvou uma dúzia de salamandras de pintas amarelas da morte certa.

“Em todas as minhas saídas em trabalho fotográfico no campo, tenho como hábito verificar todos os buracos, caixas de águas pluviais, saneamento, bueiros, poços, etc. Locais que possam constituir uma armadilha para os animais e mesmo para nós.”

Dessa vez, deu com uma caixa de esgoto partida e lá dentro, aprisionadas, 15 salamandras, algumas já mortas.

Fernando Ferreira – Photography

“Pelo aspeto, como podem ver pelas fotos, já estavam presas há muitas semanas”, relata Fernando, que se apressou a retirar os pequenos animais do buraco e a levá-los para lugar seguro.

Fernando Ferreira – Photography

“Depois de enterrar os animais mortos, construí uma rampa para que se algum animal voltar a cair, possa sair facilmente.” Fernando fez uma rampa improvisada, com terra e pedras, mas um simples tronco serve para um lagarto conseguir trepar e sair de um buraco onde caiu. As pessoas que amam e protegem a natureza agem deste modo.

Fernando Ferreira – Photography

Fernando Ferreira é de Vila do Conde e dedica-se com paixão à fotografia da natureza. Trabalho que já constitui um exaustivo levantamento da biodiversidade da região e que deveria ser acarinhado pelas autarquias e organismos ligados à proteção ambiental.

O trabalho deste fotógrafo pode ser visto no Facebook e no Youtube, por exemplo. Façam-lhe uma visita, vão gostar.

vídeo

Quem quiser (e puder) contribuir para a continuidade do Projeto Biodiversidade na nossa Terra de Fernando Ferreira, pode enviar donativo para:
– IBAN: PT50 0033 0000 4538 8641 1930 5
– MBWAY 966 257 848
Este projeto visa não só registar a Biodiversidade, bem como ser uma ferramenta didática na Educação e Sensibilização Ambiental, de forma a impulsionar mudanças positivas junto do maior número de pessoas possível, principalmente nas nossas escolas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui