LISBOA TEM EDIFÍCIOS ESQUISITOS

1
928

E de repente, cá está mais um dos edifícios esquisitos de Lisboa. A construção existe há mais de um século, provavelmente, mas nunca tinha sido referenciado como um dos prédios estranhos da capital.

Apertado no dédalo de ruas da zona baixa da cidade, quase na confluência da Calçada do Desterro com a Rua da Palma, o nº10 tem todos os atributos para ser incluído na seleção dos mais estranhos. Tem 20 passos de fachada e um passo e meio de profundidade. Menos de dois metros. Se contarmos com a grossura das paredes, não caberá uma cama atravessada.

É um edifício de dois pisos e águas furtadas, habitado. Tem uma loja no rés-do-chão. À hora em que por lá passámos a loja estava fechada, o que foi uma pena. Gostávamos de perceber como se entra numa loja com metro e meio de profundidade…

À semelhança deste tipo de magreza arquitetónica, há pelo menos outros três, de que já demos conta em reportagem anterior. Um no Bairro de Santos e dois perto de Santa Apolónia.

Revejam o vídeo sobre estes prédios esquisitos de Lisboa.

1 comment

  1. Estive a rever o vídeo e…de facto, tantas perguntas a fazer.
    Que função desempenhavam, quem seriam os primeiros proprietários. As divisões de alguns devem ser ideais para fazer a espargata de uma parede à outra…
    Um tema muito interessante para desafiar a criatividade dos arquitectos modernos a criarem nesses espaços centros de interpretação da vida social dos bairros em que se inserem.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here