CORNO MANSO E BONDAGE, segundo Joana Amaral Dias

0
792

Joana Amaral Dias (JAD) nunca teve papas na língua. Há até quem a considere desbocada em excesso. Joana é daquelas que marra em frente, como diz o povo. Será uma obstinada, opina sobre tudo, rigorosamente tudo o que se passa em Portugal, do futebol à política, passando por Fátima, se achar que deve passar por lá.

Com isso criou público. Enquanto se dedicou à política partidária nunca teve sucesso. Mas, agora, navegando nas redes sociais e na comunicação social como um corsário, Joana atrai as atenções.

Nos últimos dias, parece que se dedicou a acicatar os ânimos, picando no orgulho do portuguesito. No seu mais recente post, Joana chama-nos “corno manso”. A frase é: “Há a mão de Maradona, o calcanhar de Madjer, o cabelo de Ronaldo e o corno manso do português suave que vê o seu PIB ultrapassado pelo da Roménia.”

O que quer ela com isto? Escarafunchar na ferida que alguns sentirão ao ver um país de ciganos ultrapassar Portugal no rendimento per capita? Aguardamos reações do camarada Ventura. Sim, porque Ventura perceberá que anda a deixar fugir para a boca da Joana aquilo que deveria ser ele a propagar. Ou seja, Joana anda a roubar argumentos ao Ventura. Isto ainda vai dar em casamento. Ou talvez não.

Na publicação anterior, JAD surfou uma polémica que grassa nos meios da moda sobre a campanha da marca Balenciaga que utiliza crianças. O problema não está na utilização das criancinhas, mas nos peluches ornamentados com fetiches sexuais, bondages e gadgets do género.

recorte do Facebook de JAD

Diz a nossa amiga que a “Balenciaga, uma marca ultra rica, tem apresentado campanhas publicitárias nas quais sexualiza e instrumentaliza crianças para vender os seus produtos da treta mega inflacionados.” Diz isto, exibindo-se ela própria em mais uma foto sexy q.b., de calças justinhas (que lhe ficam muito bem) e mão na anca. Mas a Joana tem 49 anos. Não é nenhuma criancinha. Ela que nas redes sociais também vende produtos de marcas mais ou menos famosas, talvez ache que as criancinhas lhe podem roubar clientela. Que os peluches com bondages do sado-masoquismo sejam para a Joana.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here