PROCURAM-SE NOVAS EMOÇÕES

Nós por cá, também estamos um pouco órfãos de emoções. De repente, surgiu um frémito, um arrepio, mas ligeiro, com a morte da coelhinha Acácia.

0
995

Um dia depois do último funeral da rainha Isabel II, o mundo ameaça volta ao normal. O quotidiano apresenta-se desenxabido, chato. Jornais e televisões procuram uma nova emoção, mas sentem o longo bocejo de tédio das audiências.

Os ingleses temem nunca mais voltar a ser o centro das atenções mundiais. “Oh, my god! Help us to overcome the coming days”, é a prece que se escuta pelas redações onde a crise aperta.

Cartoon de Hélder Dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui