Genocídio na China

0
579

Rushan Abbas é uma ativista pelos direitos do povo Uighur, uma minoria étnica da China de religião muçulmana. Os uighurs têm sido perseguidos e acusam a China de praticar políticas genocidas que dão desde a esterilização compulsiva das mulheres até ao encarceramento massivo em campos de concentração.

Rushan Abbas esteve em Portugal, na Assembleia da república, para pedir ajuda para a defesa do seu povo. Se fosse ucraniana, não seria difícil. Mas os uighurs não existem nas preocupações da grande maioria dos portugueses.

Os uighurs têm tradicionalmente habitado uma série de oásis espalhados pelo deserto de Taklamakan dentro da Bacia de Tarim, na Ásia Central. Estes oásis existiram historicamente como estados independentes ou foram controlados por outros povos, dos chineses aos mongóis, tibetanos e turcos.

Os uighurs começaram gradualmente a tornar-se islamizados no século X e hoje o islamismo é a religião predominante entre eles.

homem uighur

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here