INÁCIO LUDGERO, a História em clicks

0
501

A miséria do nosso passado recente, vai ser revisitada em 86 fotografias do fotojornalista Inácio Ludgero na Casa de Imprensa, em Lisboa. Tempos da televisão a preto e branco, das auto-estradas a terminar na Cruz Quebrada e em Vila Franca de Xira e das mercearias manhosas dos senhores Zé.

Inácio Ludgero faz parte de uma geração notável de foto-jornalistas como Rui Ochoa, Lobo Pimentel Júnior, Luiz Carvalho, Alfredo Cunha, Álvaro Tavares, entre outros. E que deu à luz outros tantos talentos, como José Sena Goulão que imortalizou agora o “Homem da Bandeira” – onde se espelha uma propensa trágico-comédia de Portugal, apelidado de “piolheira” pelo rei D. Carlos. Diz-se.

a extraordinária fotografia de José Sena Goulão, Lusa

É a exposição dos 50 anos de foto jornalismo de Inácio Ludgero, nascido em 1950, na Amadora, com entrada no jornalismo a  1 junho 1972, em “A  Capital”. Inácio é agora freelancer. Deixou a revista “Visão” a 10 março 2008.

A inauguração será a 23 junho às 17 horas, no salão nobre da Casa de Imprensa. E é necessário não faltar para ver talento. E também para constatar que é uma enorme charlatanice o “óh tempo volta para trás” dos liberais e “cheguistas”. 

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here