A Ciclovia Eterna

0
215


É irreversível a ciclovia da Av. Almirante Reis, em Lisboa. Quanto mais não seja, por via de uma recente norma no Código da Estrada que obriga a manutenção de 1 metro e meio de distância quando o veículo ultrapassa um velocípede.

Até podiam tirar já a ciclovia daquela Avenida, mas os velocípedes ocupariam não a ciclovia, mas uma faixa de rodagem inteira. Para evitar este problema, deixem ficar a ciclovia.

Por estranho que pareça, o principal problema para os ciclistas lisboetas é… o parqueamento. É possível ir do Areeiro ao Martim Muniz. Depois dobramos as bicicletas, mas a maioria das grandes lojas não as deixa entrar como troleys. E ninguém arrisca deixar uma “máquina” de mil euros na rua.

Nesta questão, Fernando Medina foi um trapalhão. Não foi capaz de assegurar uma elevada taxa de circulação de velocípedes. Agora, esta malta recém-eleita está no mesmo caminho. Não gostam de bicicletas. Gostam de pópós. Mas o futuro das cidades não está nos sofás de quatro rodas a baforar poluição!

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here