A PRÓXIMA GUERRA

2
2108

A próxima guerra vai ser a invasão de Taiwan, a Ilha Formosa, pela China. E se isso acontecer nos próximos dias, haverá um paralelismo evidente entre o que se passa hoje e o sucedido com os eventos que levaram à Segunda Guerra Mundial, que decorria essencialmente em solo europeu até o Japão entrar na guerra com o ataque a Pearl Harbour.

A Segunda Guerra Mundial teve início em 1 de setembro de 1939 com a Alemanha a invadir a Polónia. O Japão entra na guerra em dezembro de 1941. Na verdade, Alemanha e Japão nunca combateram juntos, a Guerra do Pacífico foi uma iniciativa nipónica de ocupação de territórios na China, Tailândia e colónias britânicas e norte-americanas. Os dois conflitos e as diferentes alianças e sinergias militares que geraram levaram aquilo a que chamamos Segunda Guerra Mundial.

Agora pode acontecer uma coisa semelhante. Há uma invasão, o conflito ainda se desenrola apenas nos limites geográficos da Ucrânia, mas os restantes países europeus alimentam a guerra com armamento e sanções económicas contra o invasor, a Rússia. Na Ásia, a China avisa Taiwan que não serão toleradas interferências estrangeiras e que atividades separatistas não serão toleradas.

Taiwan separou-se da China em 1949, tem um regime político considerado democrático e capitalista. A China considera a ilha como parte integrante do seu território nacional e, mais dia menos dia, vai lançar um ataque militar se a persuasão não for suficiente.

A independência de Taiwan é apoiada pelos Estados Unidos, que fornecem equipamento militar e formação ao exército separatista.

O general chinês Wu Qian, porta-voz do Exército de Libertação Popular, enviou ontem um recado ao Mundo, através dos jornais, dizendo que a “questão de Taiwan é um assunto interno da China”.

Sabemos como tudo acabou em 1945, certo? Com 70 milhões de mortos, metade da Europa em escombros e duas bombas atómicas no Japão.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui