Ventura “mãos largas”, prescinde do que não tem

0
1204

Cada cavadela, uma minhoca. Ventura, o deputado, corre o risco de um dia destes alguém lhe chamar aldrabão. Mas a verdade é que seria preciso promover a tarefa de desmontar todos os equívocos que Ventura espalha pelas redes sociais, alavancados pela militância que, um pouco à semelhança do clubismo, é uma atividade que dispensa cérebro.

A última que se conhece tem pouco tempo, foi plantada em 22 de novembro, no Facebook. Diz ele que “foi com enorme desapego e entrega” que prescindiu do salário de autarca eleito para a Assembleia Municipal de Moura, mas como esse salário não existe, trata-se de uma aldrabice. Os membros das assembleias municipais não têm salários, apenas senhas de presença nas reuniões a que comparecem.

Mas o esquema funciona. Vejam só as partilhas que a aldrabice merece e os likes e outras manifestações de apoio.

O único modo de castigar aldrabices políticas é não votar nesse tipo de gente. Quando à aldrabice se juntam ideias fascistas, um arrepio devia ser suficiente para nos alertar.

Este caso foi destapado pelo Polígrafo, merece ser partilhado e conhecido por todos. Este é o nosso contributo. Partilhem também.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here