Teresa Miguel ‘Doce’ sem dinheiro e saúde

0
179

Está muito mal de saúde e sozinha a Teresa Miguel das “Doce”, que nos anos 80 e 90 animaram os bailes de garagem. E que ajudaram a fazer disparar a natalidade portuguesa.

As “Doce” eram uma versão feminina portuguesa extraordinária dos ABBA suecos.
Nos anos 80 e 90 dançava-se “uma da manhã, uma; duas da manhã, duas; três da manhã, três” e mais, para quem tivesse fôlego.

Damos pouco valor aos nossos. As “Doce” eram 4 belas miúdas que cantavam. E encantavam. Mas a inveja muito portuguesa, já apontada há 500 anos pelo padre António Vieira, roeu aquelas vidas maravilhosas.
Dizia-se: uma não cantava, a outra tinha tido um problema sexual e por aí fora.

Para além de Teresa, outra “Doce” Fátima Padinha está também em grandes dificuldades de saúde e de dinheiro.
Agora o azar bateu à porta de Teresa Miguel, que também brilhou no Crazy Horse de Sérgio de Azevedo. Teresa está em perigo de vida.

Entre várias graves maleitas, tem as ancas a desfazerem-se. Está em fila de espera há meses para ser operada.
Devíamos tratar bem as nossas referências e todos os portugueses. Enxotar os comilões. E reerguer o Serviço Nacional de Saúde.
Não somos uma empresa manhosa, somos um país com 800 anos de história. Mas às vezes não parece! Força Teresa Miguel!


Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here