Sumiu a Central a carvão do Pego

0
133

Terminou a produção de eletricidade com base em carvão em Portugal. E começou um pesadelo: 150 pessoas ficaram sem trabalho na Central do Pego, em Abrantes.

Estamos numa encruzilhada entre a necessidade de produzir energia limpa e o fim de milhares de postos de trabalho da energia suja.
O nosso mundo tem sido construído com base na energia barata. Que nos tem trazido conforto e prosperidade. Está escuro? Clique. Vai uma torrada? Clique.
As alternativas às energias tradicionais são várias mas ainda duvidosas.

A energia elétrica gera toneladas de baterias dificilmente recicláveis. As energias renováveis ainda são pouco eficazes. A energia nuclear é perigosa. O mundo acordou tarde. Os políticos tem sido de preguiçosos. Como se costuma dizer: levantam-se tarde, comem demais e andam na Netflix.

Precisamos de energia limpa e necessitamos de dar trabalho a todos, para termos o pão nosso de cada dia.
Como será agora à vida daquelas 150 famílias que habitam na região de Abrantes? Resposta fácil: diferente do dia-a-dia dos políticos, claro!

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here