O nosso lixo vai dar-nos dinheiro

0
265

Os portugueses estão a pagar duas vezes as garrafas que consomem todos os anos. São 720 milhões de garrafas. Pagam quando as compram. E nada recebem do lucro que dão às empresas de reciclagem.

A aplicação de um preço de tara por garrafa seria uma solução. Porque no preço do produto não estaria incluída tara.
Ao consultarmos o site da União Europeia encontramos notícia do ‘Ecoponto em Casa’ da cidade de Maia. O projeto começou em 2014. Já passaram sete anos. A União Europeia contribuiu com 1 milhão e meio de euros.

O projeto é do Ecoponto da UE e incentiva a reciclagem. Mas no site da cidade da Maia não é claro se o cidadão tem direito a receber dinheiro pelo seu lixo. Ou se no futuro vai ter de pagar por ser poluidor. 

Em rigor o lixo que produzimos vale dinheiro. E é um negócio para grandes empresas. O melhor será pagar uma tara para incentivar a devolução de vasilhames. Mas não se esqueçam essas empresas de reciclagem de nos pagar, o que pagámos.

Uma garrafa de plástico demora 450 anos da decompor-se. Mas é um excelente vasilhame se for reutilizado. Alguns alimentos não podem ser transportados ou expostos sem recurso ao plástico.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here