Luís Filipe Sarmento: mudar o mundo a escrever

0
170

Os livros mudam o mundo, para melhor. E Luís Filipe Sarmento volta a dar uma grande ajuda nesse sentido, com a publicação de mais uma obra poética: ‘Rouge’. A ser lançada na Associação de Cabo Verde.

Luís Filipe Sarmento é o mais divertido provocador que conheço. 
Jornalista, editor, realizador de televisão e cinema, tradutor e professor. Está traduzido em inglês, espanhol, francês, italiano, árabe e, imagine-se, em mandarim.


Conheci Luís Filipe Sarmento na fundação do jornal Correio da Manhã. Éramos 15 jornalistas ao lado do Vítor Direito e fizemos um tabloide com entusiasmo. Rigor. E divertidos com o nosso trabalho.
A redação funcionava numa cave na Rua Ruben A. Leitão. E ali muito batalhámos por uma ‘Ventax’. Uma enorme conquista para dar cabo de parte do fumo de tabaco. Quando se julgava que fumar ajudava a escrever.

O Fiar 600 D era o único carro da Redação do Correio da Manhã e…. do Director

Esse mundo já morreu. Mas não se finou felizmente a amizade, forjada em momentos irrepetíveis. Luís Filipe Sarmento é um senhor, cá recebi um convite pessoal nesta Lisboa criminosamente espalhada ao vento. Haveremos de mudar o mundo… escrevendo, Luís!

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here