Descoberto tunel no Palácio da Ajuda

2
8717
fotografia de Anabela Natário

Abriram um buraco no meio do pátio interior do Palácio da Ajuda e destaparam um túnel que não se sabe de onde vem nem para onde vai. É certo que quando o Palácio começou a ser construído, já lá vão 226 anos, desenharam um projeto de arquitetura, mas quem consulta hoje esse documento? É uma questão retórica porque todos sabemos bem qual a resposta.

Por JOSÉ DA COSTA E SILVA – JORNAL DA ASSOCIAÇÃO DOS ARQUITECTOS CIVIS PORTUGUESES, Domínio público, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=2766338

Quando um pedreiro abre um buraco no meio de um pátio de um edifício histórico, devia estar acompanhado por um arqueólogo. Alguém que saiba ler os sinais transmitidos pela alvenaria que a picareta parte ou pelas pedras que se soltam. Alguém que pudesse ter dito “alto!” a tempo e impedido que o teto do túnel fosse partido.

Lisboa tem muitos palácios e na maioria deles existem tuneis. No tempo do Marquês de Pombal foram construídos muitos desses tuneis, destinavam-se a servir de caminho para a água que chegava à cidade pelo aqueduto e ficava armazenada em tanques. Os tuneis eram um privilégio de reis, condes e marqueses que, assim, tinham distribuição de água nos domicílios e não precisavam de mandar os criados buscar água às fontes.

fotografia de um dos muitos tuneis existentes em Lisboa que serviam para fornecer água a residências de nobres.

O Palácio da Ajuda foi construído 40 anos depois do terramoto de 1755 e certamente foi equipado com tuneis por onde chegava a água que se consumia ali.

É possível que o túnel agora destapado no Palácio da Ajuda não passe de uma antiga levada para a água. Mas não precisava de ter sido escavacado.

fotografia de Anabela Natário

2 comments

  1. Que há imensos túneis secretos que ligam o palácio da Ajuda a diversos pontos da Ajuda e Belém não é segredo nenhum.
    Há um mapa com os túneis. Infelizmente vão ser destruídos quando o condomínio de luxo avançar, assim como estátuas, lagos com fontes e escadarias do jardim do palácio que estão soterrados. Tudo isto com a aprovação da cml que vendeu os terrenos por um terço do seu valor.
    Eu acho que os túneis da Ajuda deviam ser património nacional.
    Não percebo como é que um jornalista escreve um artigo num jornal sem fazer um bocadinho de investigação.

    • A notícia é o buraco que destapou o túnel. Não pode pretender que toda a gente saiba aquilo que a senhora sabe. Para a grande maioria das pessoas, a existência de túneis seja lá onde for é uma surpresa, pela simples razão de que não estão à vista e não são publicitados. Gostava que me enviasse por email dados relativos a essa venda por 1/3 do valor. O email é jornalduaslinhas@gmail.com

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here