Demita-se senhor procurador sem coração!

0
235

Um procurador do Ministério Público acha que o Estado exagerou ao indemnizar uma família vítima de um crime hediondo: o Estado português pagou 800 mil de indemnização pela morte de um ucraniano às mãos de três inspetores do SEF, a 12 de março de 2020.
Incrível! O que aconteceu e… a declaração do tal procurador!

Recorde-se que Igor Homeniuk, de 40 anos, vinha à procura de trabalho e acabou morto à pancada pelo SEF. E porquê? Por nada!

O advogado Ricardo Sá Fernandes pediu penas atenuadas para os 3 inspectores do SEF

Os três inspetores condenados pela morte recorreram e agora o procurador do MP acha também que a acusação pode ser atenuada.
Já não bastava ter agentes de autoridade descontrolados. Agora temos um procurador preocupado com as finanças do Estado. E despreocupado com a aplicação da Justiça.

Quem comete tão hediondo crime merece pena alta e devia pagar também um alto valor de indemnização. Por que o Estado somos nós e não temos culpa de ter gente tão reles.
A infeliz mulher de Ihor ficou viúva e os filhos menores órfãos.

Viúva de Ihor Homeniuk informada que marido morreu à porta de um avião…

Este procurador está com receio que o Estado não tenho dinheiro para lhe pagar o seu elevado salário?… Injustificado.
Demita-se senhor, porque se enganou na sua profissão e porque não tem coração.

Inspetores do SEF à entrada para o tribunal no campus de Justiça em Lisboa

Ihor Homeniúk aterrou em Lisboa no dia 10 de março às 11:00. Vinha de Istambul e foi parado na primeira linha de controlo. Sete horas mais tarde, sem a presença de advogado, declarava que vinha trabalhar. Não tinha documentação e foi-lhe recusada a entrada. Passou 15 horas de profundo sofrimento. Foi morto no centro do SEF.

https://www.dn.pt/edicao-do-dia/26-set-2020/investigacao-conclui-que-inspetores-do-sef-mataram-ucraniano-a-pancada-12761000.html

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here