Agente da polícia baleado no Sobral de Monte Agraço

A noite no Sobral de Monte Agraço, vila no limite norte da região saloia, tem perigos de que ninguém suspeita. Onde dantes apenas se corria o risco de apanhar uma doença venérea, agora andam aos tiros.

1
480

Um agente da PSP foi gozar uma merecida folga a um estabelecimento de diversão noturna no Sobral de Monte Agraço e viu nascer o dia no Hospital de Torres Vedras onde lhe extraíram uma bala e lhe fizeram o curativo.

Em comunicado, a PSP diz que o agente está fora de perigo, apesar da gravidade do ferimento sofrido. O comunicado especifica que o agente foi baleado pelas costas, num momento em que estalou um confronto entre várias pessoas. O comunicado acrescenta ainda que a ocorrência foi comunicada à PJ para que proceda às devidas averiguações.

O comunicado não apresenta eventuais razões para a agressão e não diz se os agressores foram identificados, pelo que se presume que não foram. Tudo indica que a vítima era alheia ao conflito e que teve o azar de apanhar com uma bala perdida. Talvez seja assim.

A vila do Sobral de Monte Agraço tem fama de ser um sítio pacato. Trata-se de uma pequena localidade, com menos de 3 mil habitantes, mas sede de concelho. À noite, a malta mais jovem pode desopilar da pacatez do dia em três ou quatro bar-discotecas, sem ter necessidade de ir até Torres Vedras ou mais longe. Na discoteca 100Horas o problema costuma ser o preço da cerveja que chega aos 4 €… e depois há o Friends Club e o Barbie Bar ou o Folgad’us. Se prefere amigos vai a um, se procura bonecas vai aos outros. Não sabemos onde se deu o desacato.

1 comment

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here