Há 22 anos tive cancro do peito

O mês rosa quase a acabar... Tinha-me esquecido que é o mês de prevenção e de luta contra o cancro da mama. Aqui vai mais uma história para dar esperança e ajudar a ser-se feliz!

0
903

E, aos 70 anos, continuo entusiasmada com a vida e a trabalhar em projetos novos!

Não fiz quimioterapia nem radioterapia. Segui o tratamento de uma médica e investigadora, que também tinha uma componente das medicinas complementares (tal como são definidas e classificadas pela Organização Mundial de Saúde). Decidi que não queria morrer, mas sim viver.

Li um livro que me ajudou muito, “Scientology: Uma Nova Perspetiva da Vida” de L. Ron Hubbard. Scientology ensina-nos a aprender a aprender. E aprendi que “É possível Ser Feliz”, que há “Duas Regras Para Viver Feliz”, “Como Viver com Crianças”, “Como Lidar com as Confusões no Mundo do Trabalho Quotidiano”, sobre a “A Busca do Homem Pela Sua Alma”, e muito mais. Sou professora universitária, e fiquei admirada por ter encontrado tanto conhecimento inovador e ferramentas práticas, que me ajudaram a desenvolver um novo gosto pela vida, assim como a adotar formas mais felizes e eficazes de a encarar, de a compreender e de a viver – como um jogo!

Depois, escrevi um livro para ajudar outras mulheres, “Elevação Vencer o Cancro”, a que a revista Visão se referiu dizendo “… um documento inédito, didático, em que a palavra cancro é sinónimo de vida e não de morte.” Convidei Simone de Oliveira para escrever o prefácio, e seguiram-se uma série de programas de televisão. Era importante passarmos a mensagem de que cancro não era sinónimo de morte nem de um sofrimento horroroso. E que quanto mais cedo fosse descoberto e tratado, maior a possibilidade de se sobreviver com uma boa qualidade de vida e uma boa dose de felicidade.  

Seguiram-se mais livros e novos desafios. Voltei a ler o livro. É que hoje sabe-se que compreender ajuda a viver! Mais e melhor! Permite-nos ter mais calma, sermos mais tolerantes e eficazes! Quem é que não quer?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui