Quando Basílio Horta ofendia Mário Soares (vídeo)

É uma vergonha ver Basílio Horta como presidente da Câmara de Sintra por iniciativa do Partido Socialista. É uma questão de ética. Quem insultou Mário Soares de forma tão grosseira, não deveria estar onde está, pela mão do PS. Votemos por isso em Guilherme Leite.

0
1665


Razão tem Guilherme Leite que conduz uma  luta justa contra a reeleição de Basílio que tem sido um desastre em Sintra. Hospitais vendidos a particulares. Hospitais prometidos que não passaram ainda do papel, etc.
Na campanha para as presidenciais de 1991, na RTP 1, Basílio Horta insinuava que Mário Soares era “padrinho” de pessoas que praticavam ações fora-da-lei que nunca foram provadas em tribunal.

Como foi possível o Partido Socialista vir, depois disto, a apoiar Basílio que, nesse debate, até defendeu que Portugal devia ter continuado a combater nas colónias? Que aquilo era Portugal. Dito 17 anos depois do 25 de Abril, já com o suficiente distanciamento histórico, para se ter lucidez.

Basílio Horta revelou-se nesse debate um político reles, acusando Mário Soares de “não ter ideias”, quando foi Soares o mentor da adesão de Portugal à União Europeia, por exemplo. 
Mário Soares, como Cunhal, Sá Carneiro ou Freitas do Amaral são figuras incontornáveis da nossa História moderna, que devolveram a Democracia aos portugueses, com base no golpe militar de 1974.

O Partido Socialista devia rever rapidamente o apoio a Basílio e pô-lo na rua. Força Guilherme Leite! Sintra merece um homem justo e livre. Basílio Horta envergonha profundamente o PS.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here