Passos à espera do regresso

Estamos de novo na antiga lengalenga de Bruxelas. Os burocratas querem pôr Portugal a fazer reformas estruturais. A receita vêm do italiano Paolo Gentiloni. E é feita para adormecer parvos.

0
212

O senhor Paolo vem dizer que ”…a dívida privada governamental e crédito mal parado continuam elevadas num cenário de baixo crescimento da produtividade”. Ideia subscrita pela Comissão Europeia. Ou seja, Passos Coelho espreita a melhor altura para voltar à cena política.

Nestes anos largos a Comissão tem baralhado finanças com economia. Ou seja, tem deixado que a economia seja transferida para a China, que nos enche das suas notas, os Yuans. O governo chinês imprime resmas de yuans para alavancar a sua economia, muitas vezes alicerçada em trabalho escravo.

Mas especialistas de Bruxelas, fechados em “torres de marfim” tapam os olhos. E fingem desconhecer que a Europa e os EUA transferiram a sua capacidade industrial para a China e India.

Foi uma concessão às multinacionais e ao lucro a pensar nos mil milhões de consumidores chineses. Mas a esperteza favoreceu corruptos que dilapidaram as nossas democracias. Os chineses têm fábricas de yuan que trocam por dólares e euros. E depois compram países.  Um dia destes a Europa será uma enorme Hong-Kong.

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here